Onde há caridade verdadeira


"Onde há caridade verdadeira, aí habita Deus"

Estamos cada vez mais próximos do Tempo Quaresmal. Este, é um verdadeiro e profundo apelo à introspecção e à reflexão sobre a nossa condição humana. Oração, Jejum e Caridade – a Igreja nos impele. Penso que a caridade verdadeira será, porventura, uma das mais importantes e necessárias nos dias que correm. Num tempo em que se imagina a caridade apenas como utopia surge-me o exemplo da vida de Madre Teresa de Calcutá. Ela que nos dá uma das maiores lições neste mundo! Sempre que vi esta “simples senhora” a abraçar pessoas com todas as enfermidades do mundo, vi um sorriso no seu rosto... Um sorriso de Deus, certamente; pois onde há caridade verdadeira, aí habita Deus.
A partitura que hoje apresento poderá não ombrear com a sublime e exemplar vida, dedicada à caridade, de Madre Teresa mas, com certeza, que as sonoridades da mesma aliadas ao belíssimo e profundo texto indicam um caminho de entrega e amor a Cristo, traduzindo-se estes na Caridade. É aqui que a música do padre Joaquim dos Santos faz a sua missão. A beleza transcendente desta partitura, na simplicidade, induz a uma reflexão profunda à qual não devemos ter receio. As agruras e doçuras da mesma reflectem na perfeição a nossa condição humana e só assim faz sentido sentir a música. É, de facto, transcendente. E é, de facto, das minhas preferidas...
(carregue na foto)


A brilhante execução é do grupo vocal Ançã-ble, com direção de Pedro Miranda e Isaías Hipólito no órgão:


0 comentários :