Eu confio, Senhor, na Vossa bondade


Uma excelente escolha para o VII Domingo do Tempo Comum. " Eu no confio, Senhor, na Vossa bondade" é da autoria de F. Lapa.
 " Apresenta-se quase em compasso composto, mas assim escrito pretende evitar a tentação de ligeireza ou dança. O andamento deve ser moderado. As mudanças de compasso marcam as conclusões de cada parte (são sempre colcheia igual a colcheia). A singela imitação, insistente, sobre "o meu coração" contém um crescendo natural até sublinhado homofónico de "alegra-se". 
O Salmo pode ser cantado por dois solistas ou dois pequenos coros. Apesar do compasso instável, está tudo medido. Pede-se que se cante como um verdadeiro salmo que é, com as naturais flutuações de andamento que a articulação das melodias (palavras) sugerem."
BML 133-134

0 comentários :