Vinde, ó Santo Espírito


Um dos mais belos hinos da liturgia. É a sequência de Pentecostes, «Vinde, ó Santo Espírito», musicada pelo Pe. Ferreira dos Santos. 
Esta famosa sequência é uma das quatro que foram mantidas pela igreja depois Concílio de Trento (1543-1563): Victimae paschali laudes, na Páscoa; Veni Sancte Spiritus no domingo de Pentecostes; Lauda Sion, atribuída a S. Tomás de Aquino, para a festa do Corpus Christi; e o Dies Irae, habitual na missa de Requiem. Em 1727 foi acrescentada uma quinta sequência, Stabat Mater, atribuída a Jacopo de Todi, monge franciscano do séc. XIII.

Hoje em dia apenas as sequência Victimae paschali laudes, Veni Sancte Spiritu ou Lauda Sion são recitadas (muito raramente cantadas) nos domingos e solenidade respectivos, Domingo de Ressurreição, Domingo de Pentecostes e Solenidade do Santíssimo Corpo e Sangue de Cristo.

0 comentários :